terça-feira, 10 de julho de 2018

Imelda May

(Dublin, Irlanda, 10 de julho de 1974)


Imelda May pode ser um nome desconhecido para alguns, mas para muitos ela já é uma superstar. Ela é inconfundível, tanto na sua música, uma fusão de blues e rockabilly que não estaria fora de lugar num filme de David Lynch ou de Tarantino, como no seu estilo, com um solitário topete loiro no cabelo preto. Imelda May é um talento vocal único, aquele que está fora da ordem normal do tempo e das tendências. Inspirada pelos sons do blues e jazz e no som do rockabilly, um dos primeiros subgêneros do rock’n’roll, tendo surgido no começo da década de 50, aos nove anos de idade já era fã, particularmente, de Elmore James e Billie Holiday e especialmente da música de Buddy Holly, Eddie Cochran e Gene Vincent, ícones do rockabilly. 

Imelda começou a cantar com a banda de jazz ‘Blue Harlem’ e por quatro anos como vocalista da banda de Mike Sanchez, cantor e pianista de rhythm and blues. Imelda, além de vocalista, toca 'bodhrán', um instrumento musical de percussão irlandês que assemelha-se a um tamborim. Imelda dividiu o palco com Eric Clapton, Jeff Beck, Van Morrison, Scissor Sisters e, mais recentemente, com a primeira-dama do rockabilly, Wanda Jackson. Hoje, a irlandesa é a mais nova queridinha do gênio da guitarra, o britânico Jeff Beck. 

Imelda gravou o magnífico 'Mayhem', uma coleção de standards e canções dela própria. Nele Imelda continua a desenvolver a sua fusão única de clássicos do rock básico, o rockabilly, o country, o jazz e o blues; e gêneros musicais modernos. O registro não só apresenta a sua capacidade de composição excepcional, mas também exibe algumas influências díspares. É hora de ouvir a irlandesa Imelda May, excepcional na escolha do repertório jazzístico e blueseiro sem apelar para clichês.

Do álbum 'Mayhem' (2010)

Vocal e bodhrán - Imelda May
Baixo - Al Gare
Bateria - Steve Rushton
Guitarra - Darrel Higham
Trompete - Dave Priseman

Imelda May - Bury my Troubles



Do álbum 'Love Tattoo' (2008)

Vocal, Bodhrán - Imelda May
Guitarra - Darrel Higham
Trompete - Dave Priseman
Piano - Danny McCormack
Baixo - Al Gare
Bateria - Dean Beresford

Imelda May - Big Bad Handsome Man (live, 2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário