terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Bobby Jaspar

(Liège, Bélgica, 20 de fevereiro de 1926)


Bobby Jaspar foi um multi-instrumentista belga de cool jazz e hard bop, um subgênero de jazz, evolução do bebop ou bop, com influências do rhythm and blues, gospel, e blues. Muito jovem, Jaspar aprendeu a tocar piano e clarinete, mais tarde assumiu o saxofone tenor e a flauta. Com a banda 'Bop Shots', ele deu seus primeiros passos no mundo do jazz. Na década de 50 mudou-se para Paris, onde tocou e gravou com os melhores músicos da época. Também foi em Paris que conheceu sua futura esposa, a cantora Blossom Dearie. E por ela foi convencido a tentar a sorte nos Estados Unidos, onde a sua reputação nos círculos de jazz o precedera. Ele tocou e gravou com o quinteto do trombonista JJ Johnson, com Kenny Burrell, Miles Davis, Chet Baker, John Coltrane, Donald Byrd e muitos outros. Na década de 60 retornou à Europa para uma série de concertos e gravações. Com o seu colega, o guitarrista belga René Thomas, ele formou um quinteto bem sucedido. Em algumas sessões, isso foi expandido para um poderoso sexteto com Chet Baker. Uma dessas sessões foi imortalizada no álbum 'Chet Is Back!', gravado em 1962. Bobby Jaspar foi mais um que morreu jovem, aos 37 anos.

'Memory of Dick' foi composta e gravada em homenagem a Dick Twardzik, um talentoso pianista norte-americano que morreu de uma overdose de heroína com apenas 24 anos. Bobby Jaspar é acompanhado por Sacha Distel, guitarrista francês de jazz que fez carreira como cantor e trabalhou com Dizzy Gillespie e Tony Bennett, e conhecido também por um romance bastante explorado pela imprensa com a atriz Brigitte Bardot.

Do álbum 'Modern Jazz au Club Saint-Germain' (1956)

Bobby Jaspar - Sax
René Urtreger - Piano
Sacha Distel - Guitarra
Benoit Quersin - Baixo
Jean-Louis Viale - Bateria

Bobby Jaspar - Memory of Dick





Nenhum comentário:

Postar um comentário